Micose – causas, tratamento e prevenção

Micose – causas, tratamento e prevenção

1 Comentário
Doenças

Micose

A micose são infecções causadas por fungos, existem 230 mil tipos de fungos, mas somente 100 tipos causam infecção, os fungos estão em todo lugar e a exposição a eles é inevitável, os fungos se reproduzem em ambientes úmidos e quente, estas condições favoráveis fazem com que os fungos se reproduzam causando o processo de infecção, que pode ser superficial ou profundo, dependendo da área que foi afetada.

micose

Micoses superficiais

As micoses superficiais afetam a parte externa da pele causando a micose de pele e micose de unha, os fungos se alimentam da gordura eliminada na pele e de queratina.

Tipos de micoses superficiais

  • – Dermatofitoses- conhecida como Tinha são causadas pelo fungo Microsporum, Trichophyton ou Epidermophyton, que são transmitidos por tecidos contaminados ou pelo contato direto com o fungo
  • – Tinea pedis- a famosa pé de atleta ou mais conhecida como frieira acomete o vão dos dedos, podendo ser acompanhada por infecção bacteriana
  • – Tinea unguium- chamada de onicomicose, é a infecção causada nas unhas, mais principalmente na unha dos pés
  • – Tinea capitis- tinha do curo cabeludo, sendo mais comum em crianças deixando o cabelo frágil causando queda
  • – Tinea corporis ou Tinea Cruris- são de característica de lesões circulares com a borda avermelhada e inflamada, causam coceira e se multiplicam com o tempo, sendo mais comum em adultos, sua transmissão é por contato
  • – Pitiríase versicolor- popularmente chamada de pano branco, este tipo de fungo causa levedura e manchas na pele de cor branca, rosada e marrom, sendo mais visível em pele bronzeada. Muito comum em países de clima tropical, causa coceira, podendo inflamar, com formação de placas vermelhas e oleosas
  • – Tinha negra- causada pelo fungo Piedraia hortae, esta infecção forma coágulo de cor escura nos pêlos
  • – Candidíase superficial- causada pelo fungo da Candida albicans na maioria dos casos, infectam as dobras da pele como as axilas, embaixo dos seios e glúteos.

micose superficial

Micose subcutâneas

A micose subcutânea na maioria dos casos se desenvolve a partir de ferimentos com plantas, madeira, pedra ou terra, em alguns casos podem crescer chegando ao ponto de causar deformação no osso e nas articulações.

micose subcultânia

Tipos de micoses subcutâneas

  • – Esporotricose- causada pelo fungo Sporotrix, tem início com um nódulo inflamado, este tipo de fungo é resistente a tratamento feito com antibiótico e com o tempo outros nódulos aparecem, nódulos estes que vão endurecendo, ulceram e cicatrizam.
  • – Cromoblastomicose- começa com um nódulo vermelho que vai crescendo lentamente, causa coceira e vai ficando escuro até formar uma verruga indolor, este tipo de micose é causado pelo fungo Fonsecaea, Phialophora e Clamidophora ;
  • – Eumicetoma ou micetoma fúngico- em lugares como a América do norte, a micetomas é caudada pelo fungo Pseudallescheria, na Américas do sul pelo fungo Madurella, na África por Leptosphaeria e no hemisfério norte é mais comum o fungo Acremonium, são 20 tipos de fungos que causam micetomas, que são síndrome clínica
    crônica, estes fungos causam grânulos brancos, marrons, amarelos e negros, causando o endurecimento da pele que secreta pus.
  • – Feohifomicose- causada pelo fungo do gênero Exophiala, tem a formação de coágulos de cor escura que formam placas de verrugas, se não for tratado pode destruir cérebro, pulmão e necrosar os ossos e articulações.
  • – Lobomicose- chamada de doença de lobo, sua infecção é causada pelo fungo Loboa loboi, começa com um pequeno nódulo que passa para a condição de queloide, podendo crescer por vários anos, causa ulceração, destrói membros e deixar grandes cicatrizes

Contágio de micose

A forma mais comum do contágio da micose é superficial através do contato físico e uso roupas de pessoas infectadas com fungo, porém as formas mais comuns de contagio são:

  • – Contato com animais
  • – Chuveiros públicos
  • – Piscina ou saunas
  • – Andar descalço
  • – Compartilhar pertences pessoais como tolhas, sapatos e luvas
  • – Compartilhar alicates de cutículas e lixas de unhas
  • – Usar roupas e sapatos úmidos por muito tempo

Causas da micose

Como já falamos a micose é causada por fungos que habitam o ambiente em que vivemos, de caráter contagioso a micose pode ser transmitida de uma pessoa para a outra. Dependendo do tipo de fungo que a pessoa adquire o organismo na maioria das vezes consegue combater, evitando a proliferação do fungo sem ter qualquer sintoma, porém nosso corpo tem bactérias que são responsáveis em combater a reprodução do fungos no organismo.

Sintomas de micose

Os sintomas da micose são característicos, manchas brancas ou vermelhas, coceira e crostas, geralmente a micose se desenvolve:

  • – Costa
  • – Pescoço
  • – Nos pés
  • – Axila
  • – Verilhas

Diagnóstico de micose

O diagnóstico da micose é feito pelo médico dermatologista, que vai examinar a área afeta e confirmar se é micose, qual é o tipo de micose e indicar o tratamento correto, que poderá ser feito com remédio via oral ou pomadas para micose.

Tratamento para micose

O tratamento da micose vai depender de cada caso, pois há tratamentos em curto e longo período, o tratamento deve seguido a risca e sem interrupções, pois o fungo é persistente e camadas mais profundas da pele precisam ser atingidas para obter 100% no resultado do tratamento.

Para micoses superficiais o tratamento é feito com creme antifúngico, já infecções mais graves como as de unha, exigem comprimidos, mas você deve seguir a orientação médica respeitando os horários e as dosagens, remédios antifúngicos são tóxicos para o fígado, sendo assim deve-se ter cuidado .

tratamento para micose

Remédios para micose

Geralmente os medicamentos indicados para tratar a micose são:

  • – Betametasona
  • – Candicort
  • – Clotrimazol
  • – Dexametasona
  • – Fluconazol
  • – Itraconazol
  • – Nitrato de Isoconazol
  • – Prednisolona
  • – Canesten
  • – Ciclopirox Olamina (creme/solução)

Remédio caseiro para micose

Se você é do tipo que prefere fazer tratamento em, veja algumas dicas de remedio para micoseaqui!

remedio para micose caseiro

  • – Chá de folha de mandioca: você vai precisar de 50 ml de água, 3 folhas de mandioca. Em uma panela leve ao fogo e cozinhe por cerca de 7 minutos. Deixe esfriar e faça compressas com algodão úmido com o chá no local afetado.
  • – Babosa: 125 ml do suco da babosa, ½ colher de chá de malaleuca. Misture os ingredientes até que fique homogêneo, coloque em um vidro com bico, assim ficará mais fácil de aplicar. Antes de usar agite bem e coloque nas lesões 2 vezes ao dia.
  • – Vinagre de maçã: Em um recipiente grande adicione 1 litro de água e um copo com vinagra de maçã, coloque os pés dentro do recipiente com a mistura por 20 minutos
  • – Alho: coloque em vidro com base para unhas 1 dente de alho picado, 3 gotas de iodo branco e 7 gotas de limão.Deixe descansar por uma semana. Aplique uma camada na unha afetada durante 2 semanas seguidas. Caso fique com textura muito grossa remova o esmalte e aplique novamente.

Prevenção de micose

Para prevenir a micose recomenda-se:

  • – Enxugar-se bem após o banho
  • – Enxugar bem o vão dos dedos dos pés
  • – Enxugar bem as dobras do corpo
  • – Evitar roupas apertadas e sintéticas
  • – Controlar o suor
  • – Não compartilhe peças de vestuário
  • – Evite ficar com roupas molhadas por muito tempo
  • – Não compartilhe seu kit de unhas

A micose não é considera uma doença grave, porém traz constrangimento para a pessoa infectada, pois não passam despercebidas aos olhos humanos, podendo até gerar um ceto preconceito e constrangimento, faça sua parte cuide-se bem e seja feliz!

Tags:, , , ,

Temos 1 comentário sobre o post:

  1. Cissa alves disse:

    Oi, meu filho tem tem duas machas uma em cada perna, ela é esbranquiçada e cosa. Quando começa cosar fica vermelhada. As machas ficam atrás das coxas.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *