Quais os riscos do aborto na adolescencia

Quais os riscos do aborto na adolescencia

0 Comentário
Adolescência

O aborto na adolescencia é uma decisão grave, pois várias jovens optam por esta prática como solução imediata, porém os riscos do aborto na adolescencia podem deixar graves sequelas, sequelas estas que podem afeta-las no futuro.

Aborto na adolescencia

Podemos firmar que os jovens iniciam sua vida sexual precocemente, e com isso começa também a preocupação de suas famílias com relação a gravidez na adolescência, muitas meninas ao descobrirem que estão gravidas ficam frustradas e com medo, medo dos pais, medo de como falar sobre sua gestação precoce, medo de seus parceiros não aceitarem a situação e deixando-as sozinhas.

Então elas se perguntam:

  • – E agora, o que vou fazer da minha vida?
  • – Como vou contar para meus pais?
  • – Será que meu parceiro vai continuar comigo?

Estas são algumas das várias perguntas que fazem para si nesse período de turbulência, então tomam a decisão de fazer aborto sem pensar nos riscos. O aborto na adolescencia traz sérias consequências para a vida da jovem, problemas como físicos e psicológicos.

Riscos do aborto na adolescencia:

  • – Aumento da possibilidade de  câncer de mama
  • – Doenças inflamatórias pélvicas
  • – Depressão
  • – Morte por hemorragia excessiva entre outras complicações
  • – Infecções e febres altas
  • – Perfuração uterina
  • – Esterelidade
  • – Infertilidade
  • – Menstruação irregular
  • – Gravidez ectópica

Muitas mulheres estão sujeitas a uma gravidez indesejada, seja ela por falta de informação, uso inadequado de métodos anticoncepcionais, estima-se que acontecem até 3,2 milhões de abortos inseguros por ano em países em desenvolvimento entre jovens de 15 a 19 anos, 70 mil adolescentes morrem a cada ano devido a complicações durante a gestação ou no parto.

Gravidez na adolescencia aborto

Como ocorre o aborto

O aborto é a indução de parto, este procedimento pode ser feito através de medicamento, chás abortivos ou por um profissional da área da saúde, como por exemplo, as enfermeiras.

Após a prática do aborto, as jovens ficam ressentidas por ter perdido o bebê e o arrependimento torna-se seu maior problema, começam a fantasiar:

  • – Se tivesse nascido, como seria seu rostinho?
  • – Com quem se pareceria?
  • – Seria menina ou menino?
  • – Escolhem o nome, mesmo que o bebê não tenha nascido

Ao iniciar uma vida sexual ativa recomendamos que procure um médico para realizar exames e iniciar o uso de método para prevenção de uma gravidez e até mesmo de DST, converse com seus pais, dessa forma você adolescente estará sendo responsável e prevenindo seu futuro.

Tags:, ,

Deixe seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *