Saiba o que é assadura e como tratar!

Saiba o que é assadura e como tratar!

3 Comentários
Saúde, Saúde infantil

Ai, minhas dobrinhas estão assadas!

Quase todo bebê sofre com as assaduras nas dobrinhas causadas pelas fraldas. E, muitas vezes, os pais não sabem porque elas aparecem nem como fazer para sumir com elas. Para isso nós conversamos com um especialista, o Dr. Calil Farhat, professor titular da disciplina de infectologia para tratamento de pediatria da Escola Paulista de Medicina/ UNIFESP, que vai contar tudo o que os pais precisam saber sobre assaduras.

As assaduras são inflamações na região ao redor do ânus. Em geral, elas são causadas por um fungo chamado Candida albicans ou monília. Para se desenvolver, ele depende da presença de calor, umidade e acidez. Quando as fezes estão ácidas, principalmente por causa da alimentação ou por infecções como diarréias, o fungo tende a se multiplicar, causando as assaduras. Alguns bebês têm isto com muita freqüência.

Essa dermatite se manifesta pelo aparecimento de vermelhidão, inchaço discreto da pele e pode evoluir com pequenas erosões na pele, bolha, ulceração (feridas), que causam mal estar e desconforto para o bebê.
Já que esta região é úmida e quente, por causa da fralda e da urina, devemos tentar impermeabilizá-la com um creme ou pomada após cada troca de fraldas. Outras medidas preventivas podem ser tomadas, como por exemplo, usar certos cremes e pomadas que existem à base de óxido de zinco e petrolato, que são substâncias que funcionam como barreira mecânica de proteção à pele, diminuindo a possibilidade do atrito da fralda com a mesma e, além disso, tem uma função de ajuda na reconstrução da pele, quando há a dermatite.

Assadura é o mesmo que alergia de fralda?
Não. Como dissemos, as assaduras são causadas por fungos. As alergias são processos inflamatórios ocasionados por hipersensibilidade a algum agente. A alergia pode ser ocasionada por perfumes contidos na fralda descartável ou pelo material com que é confeccionada. Em fraldas de pano, normalmente a alergia ocorre por causa do sabão ou do amaciante usados, ou por não ser adequadamente lavada. A fralda de pano deve ser lavada com sabão neutro (sabão de coco) e, na hora de enxaguar, deve-se colocar um copo de vinagre branco. Preferencialmente, seque a fralda ao sol e passe-a a ferro.

Como diferenciar a alergia da assadura?
A assadura ocorre, em geral, na região ao redor do ânus e, portanto, somente esta região fica vermelha. Quando a criança tem alergia à fralda, toda a pele em contato com ela fica vermelha e irritada. Em caso de alergia, deve-se substituir a fralda descartável por outra marca. Se a criança estiver usando fralda de pano, passe a lavá-las de acordo com a explicação acima.

Sintomas das assadura

Fique atenta a qualquer alteração na pele do bebê, a vermelhidão é o sinal mais importante da presença da assadura, se isso aconteceu é porque alguns cuidados básicos com a higiene do bebê não foram tomados.

Prevenção das assaduras

– não deixar a fralda por muito tempo no bebe

– usar sempre a pomada de prevenção, pois esta vai criar uma barreira

As trocas de fraldas devem ser feitas sempre que o bebê evacuar ou sempre que a fralda estiver repleta de urina. Com o bebê deitado, retire o excesso de fezes com a própria fralda e, a seguir, limpe o bebê com um pano ou algodões umedecidos com água morna. Lembre-se de limpar da frente para trás, no caso das meninas. No caso dos meninos, limpe também em volta e por baixo da bolsa escrotal. Depois da limpeza, use um creme protetor contra assaduras.

Segundo o médico, essa é a lesão de pele mais comum em crianças pequenas, atingindo até 35% das crianças nos dois primeiros anos de vida, que correspondem ao período de utilização das fraldas.

Isso acontece porque o uso de fraldas provoca exposição prolongada à urina, o que leva a excessiva hidratação da pele e elevação do seu pH, deixando-a mais sensível. Surge então a assadura, proveniente do contato prolongado da pele com urina e fezes, tornando-a suscetível à fricção com as fraldas e a outros irritantes como resquícios de sabões e detergentes, substâncias encontradas nas fezes e urina, fungos e bactérias.

A assadura está ligada aos cuidados na troca das fraldas, ao tipo de fralda usada e ao uso de calça plástica que facilita o aparecimento dela. A alimentação e a estação do ano também têm influência no aparecimento de assaduras, no verão pela transpiração e no inverno pela dificuldade de perceber se a criança urinou ou evacuou.

E para evitar as assaduras nas dobrinhas do bebê, o Dr. Calil Farhat tem boas dicas. A criança que usa fralda deve ser trocada com bastante freqüência nos primeiros meses de vida, período em que o bebê evacua e urina freqüentemente. É uma maneira de prevenir a dermatite ou evitar o agravamento de uma já existente.

Se a criança “fez xixi” a fralda deve ser trocada e deve se lavar a criança somente com água morna; se a criança “fez cocô” lavar com água morna e com sabonete de glicerina ou sabonete especial para criança. Depois, se deve enxugar a pele da criança delicadamente com uma toalha sem esfregar, para não provocar atrito com a pele.

 

Tags:, , ,

Temos 3 comentários sobre o post:

  1. Myrlane Duarte disse:

    Bom dia hoje pela manha fui trocar a fralda do meu bebe e percebi que o anus dele estava com sangue (como se estivesse soltado um pum e saiu sangue o que sera issso estou assustada o que devo fazer me ajude por favor
  2. anderson disse:

    Então, vc deve notar se vai acontecer novamente, pois qdo isso acontece pode ser varios indicios como: prisão de ventre, fissura anal, alergia ao leite de vaca ou uma simples assadura tambem pode causar um pequeno sangramento, se ele tomou a vacina rotavírus pode ser tambem efeito adverso. Caso aumento o sangramento leve-o ao pediatra para fazer uma melhor avaliação e assim medica-lo! Agradeçemos pela preferencia, Débora.
  3. Myrlane Duarte disse:

    Obrigada

Deixe seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *