Sintomas de gravidez

Sintomas de gravidez

0 Comentário
Gestação

Sintomas de gravidez

Os sintomas de gravidez ocorre quando há a ausência de menstruação, seios doloridos, náuseas, vômito e micção frequente.
A gravidez ocorre a partir do momento em que existe a fecundação, e o óvulo se implanta no útero, o qual é chamado de embrião.

Quando o embrião começa a se desenvolver, inicia-se a divisão o ovo, que multiplica-se em células que formarão parte dos órgãos do bebê.
Com 8 semanas de gestação o embrião passa a ser feto e já apresenta a forma humana e vai desenvolver-se continuamente até seu nascimento.

sintomas de gravidez

A gravidez é caracterizada em 1º, 2º e 3º trimestre. O 1º trimestre inicia-se a partir da fecundação e seu término é quando inicia-se 12º semana da gestação, o 2º trimestre é descartado o risco de aborto natural e é mais fácil para acompanhamento médico e o 3º trimestre caracteriza-se com o desenvolvimento do feto ao nascimento.

Diagnóstico de gravidez

Como já citado, os primeiros sintomas de gravidez é apresentado com a ausência do ciclo menstrual, náuseas, vômitos e seios sensíveis. Para confirmar se existe uma gravidez pode-se fazer teste de beta HCG, exame que tem 95% de precisão, no período de 16/20 semanas, pode-se realizar também exame com estetoscópio, o que é possível ouvir o batimento cardíaco do bebê e assim confirmando a gestação.

Sinais e sintomas de gravidez

Os sintomas de gravidez nas mulheres podem ser considerados os mesmos, entre os mais comuns estão:

  • – Cansaço;
  • – Fadiga;
  • – Náuseas;
  • – Vômitos durante o dia todo, prevalecendo no período da manhã;
  • – Sensibilidade nos seios;
  • – Aumento da frequência urinária
  • – Obstipação;
  • – Aumento do corrimento vaginal;
  • – Alteração do paladar;
  • – Sensibilidade no olfato;
  • – Cólicas;
  • – Tonturas;
  • – Alterações no humor;

Estes sintomas de gravidez são considerados os mais comuns no início, porém há casos em que a gestante não apresenta sinais, sendo considerado relativo, pois varia de mulher para mulher.
Todavia nem toda mulher que apresenta sintomas de gravidez acima citados pode estar grávida, a falta de menstruação pode indicar uma doença crônica, causada por problemas emocionais, alimentares ou pela menopausa. Problemas apresentados por origem gastrointestinal na maioria das vezes causam náuseas e vômitos.

Há certos casos como os de mulheres que tem um forte desejo em ser mãe que apresentam os sintomas de gravidez, porém sem estarem grávida, condição que denomina-se Pseudociese, mais conhecida como gravidez psicológica.

Teste de gravidez

O teste de beta hCG só poderá confirmar uma gravidez com precisão a partir do 12º dia após a fecundação, pois será liberado na corrente sanguínea um hormônio que será produzido pela placenta recém formada, denominado gonadotrofina coriônica humana (hCG).
Os testes sanguíneos são mais eficazes do que os de urina, pois detectam as quantidades hcg a partir de 1 mIU/mL.

Testes disponíveis em farmácias, para realizá-lo basta urinar uma pequena quantidade na fita para que possa obter o resultado imediato, você deverá seguir as instruções de uso indicada no produto, de acordo com o método de cada fabricante, porém o teste de farmácia pode falhar, apesar de sua margem de erro ser de 3%.

teste de gravidez

Teste falso negativo

É quando a mulher está grávida e o teste acusa negativo, este erro pode ocorrer quando realizado num período precoce da gestação e quando o nível de hcg está baixo no sangue.

Teste falso positivo

Ocorre ao contrário, a mulher não esta grávida e o teste dá o resultado positivo. Este resultado é possível quando a mulher ficou grávida e sofreu aborto, se estiver tomando algum tipo de medicamento que contém hcg ou se está com alguma doença que faça com que o organismo produza hcg.

Resultados como falso negativo e falso positivo chega atingir 20% numa utilização típica, ou seja, uso incorreto do produto.

Teste de gravidez caseiro

Esses métodos são considerados como crença popular, mas que prometem indicar se a mulher esta grávida ou não. Muitas mulheres com sintomas de gravidez costumam fazer em casa os conhecidos teste de gravidez caseiro, que são passados de geração em geração. Há quem diga que testes realizados em casa não são seguros, e há pessoas que por questão de crença já prefere realizá-lo.

teste de gravidez caseiro

Dicas de teste de gravidez caseiro

  • – Ferver a urina: ferva a urina em recipiente de alumínio, se durante a fervura a urina subir indica que o resultado é positivo, se ferver e a urina não subir o resultado é negativo.
  • – Teste com agulha: faça xixi em um recipiente descartável e coloque a agulha dentro por 8 horas, passada as 8 horas observe se a urina teve alteração na cor, se sim, o resultado será positivo.
  • – Teste co cloro: coloque a urina em um recipiente descartável e adicione cloro, se a urina ficar preta o resultado será positivo.

Calculo da idade gestacional

Para calcular a idade gestacional, a contagem é feita a partir do primeiro dia da ultima menstruação, esta data é escolhida porque não tem como determinar o dia correto em que houve a fecundação.
A fecundação sempre ocorre no período de duas semanas antes da próxima menstruação, para determinar a idade gestacional o método mais correto e fazer uma ecografia durante o 1º trimestre da gestação.

Fecundação

A gravidez tem início com a fecundação, o corpo da mulher no período menstrual sofre alterações para prepará-lo para uma possível fecundação.
Um ovulo maduro deposita-se na trompa a espera do espermatozoide para que haja a fecundação, processo em que durante o ato sexual são depositados milhões de espermatozoides na vagina que viajam pelo útero e trompas até chegar ao óvulo.
Dos milhões de espermatozoides que foram depositados, apenas um conseguirá realizar a fecundação. Assim que penetrar no ovulo, o espermatozoide perde sua calda, e sua cabeça avança em direção ao centro do ovulo.

Na medida que avança em direção ao núcleo do óvulo, que é chamado de pronúcleo feminino, a cabeça do espermatozoide aumenta seu tamanho e passa ser pronúcleo masculino, então ambos pronúcleos se unem organizando-se em cromossomos.

Os cromossomos femininos são 44 não sexuais, sendo apenas 2 sexuais (X,X), totalizando 46 cromossomos. Já os homens possuem 44 cromossomos não sexuais e 2 cromossomos sexuais, total de 46 cromossomos (X,Y).
Quando acontece a união de ambos os cromossomos temos o que é chamado de Mitose, ocorrendo a mitose logo a seguir o ovulo fecundado se divide em duas partes iguais chamada de células-filhas.

Gêmeos verdadeiros

gêmeos verdadeiros

Quando ocorre a formação de gêmeos, é que o ovulo fecundado por um só espermatozoide se divide em dois, temos os gêmeos verdadeiros, pois tem a mesma formação genética e são do mesmo sexo, mas com personalidade diferente.
Sabe-se que 2/3 dos gêmeos verdadeiros formam-se na mesma placenta, porém em sacos amnióticos diferentes.

Gêmeos falsos

gêmeos não idênticos

São considerados gêmeos falsos quando a mulher produz dois óvulos ao mesmo tempo, óvulos que são fecundados por dois espermatozoides diferentes. Como todo irmão, os gêmeos falsos são bem parecidos, podendo ser de sexo diferente.
Neste caso cada gêmeo tem sua placenta e seu saco amniótico. As chances de ter filhos gêmeos pode aumentar quando a mulher é submetida a tratamentos de fertilidade ou tenha caso na família de gêmeos por parte da mãe.

Desenvolvimento do embrião

O desenvolvimento embrionário começa logo após a fecundação e vai até o período fetal.
Logo depois do ovulo ser fecundado, ele vai se deslocar para o útero, processo que leva pelo menos mais de uma semana, pois este se divide em células idênticas.

A divisão celular ocorre entre 24 e 36 horas logo após a fecundação. No 4º dia dia após a fecundação, o zigoto tem a aparência de uma esfera, nesta fase ele é chamado de blastócito, o qual levará pelo menos 6 dias para aninhar-se a parede uterina.

Este processo de nidificar-se ao útero é para que as células trofoblásticas tenha contato com a parede do útero e possa aderir as células endometriais.
Após este processo forma-se o celoma extra embrionário, processo onde forma-se o liquido amniótico e cordão umbilical. Nesta fase desenvolve-se também placa pré-cordal, que é o local onde ficara a boca.

Na 4ª semana da gestação, as células trofoblásticas penetram no útero formando a placenta, as membranas e a vesícula vitelina do embrião. Durante a 5ª semana inicia-se a gastrulação, que é a formação do disco embrionário, o que será a medula espinhal.Percebe-se também uma protuberância que é o cérebro, os primeiros neurônios já podem ser notados, formam-se os vasos sanguíneos e o coração.

Por volta da 5ª e 6ª semana da gestação o cérebro já começa a emitir sinais, o que não pode ser considerado atividade neural, pois ainda é muito precoce. Os neurônios onde agem os neurotransmissores começarão a se formar por volta 17ª semanada e por volta 28ª semana começa a se multiplicar rapidamente prolongando até 3/4 semanas após seu nascimento.

Durante a 4ª semana da gestação o embrião mede cerca de 4 mm de comprimento e encontra-se em forma de um C, o coração já está batendo e começa a se formar as estruturas do pescoço, da face e dos braços, assim como os traços do pulmão, fígado, pâncreas e baço

Por volta de 7 semanas o embrião já está um pouco maior, medindo 9 mm. Nesse período começa a desenvolver as estruturas dos olhos, nariz, rins, pernas e mãos. Seu pequeno corpo em formação já contém vasos sanguíneos por onde começa ocorrer a circulação sanguínea.

Na 8ª semana agora com 13 mm de comprimento, está se formando os pulmões, sistema linfático e órgãos genitais externos. Seus braços e pernas já cresceram e possuem dedos que agora são visíveis. Durante a 9ª semana da gestação o embrião mede 18 mm de comprimento, neste período inicia-se a formação dos órgãos principais, os batimentos de seu coração já pode ser ouvido através do exame de ecografia. Membros como cotovelos e dedos dos pés já podem ser visto.

Desenvolvimento do feto com 10 semanas

feto com 10 semanas

Ao término da 10ª semana de gravidez o embrião passa a ser chamado de feto, no período fetal o risco de aborto diminui bastante e agora o feto já mede 30 mm e tem movimentos involuntários.

Na 11ª e 14ª as pálpebras do feto ainda encontram-se cerradas e só se abrirão na 28ª semana. Sua face já está bem desenvolvida, alguns órgãos internos como o fígado estão funcionando produzindo glóbulos vermelhos. Neste período inicia-se o nascimento das unhas, dos órgãos genitais e os brotos que serão os dentes.

Durante a 15ª a 18ª semanas da gestação, o bebê começa a fazer seus primeiros movimentos e se estica. Começa também a nascer os primeiros fios de cabelo chamado de lanugo, estão se desenvolvendo seus tecidos musculares, os ossos ficam mais fortes e o pâncreas já produz secreção.

Por volta da 19ª a 21ª semanas o bebê está muito ativo, já ouve e é capaz de engolir. Na 22ª semana começa a aparecer suas sobrancelhas, suas unhas crescem até a ponta dos dedos e seu aparelho digestivo funciona produzindo mecônio.

A medula óssea começará a produzir células por volta da 23ª e 25ª semana, suas vias respiratórias começam a se desenvolver e o feto começa a armazenar gordura corporal.
Nas semanas 27ª e 30ª, o cérebro está desenvolvendo em ritmo acelerado e funções como abrir e fechar as pálpebras já são possíveis, o pulmão embora imaturo produz tensioativos, que permite enche-los com ar. Pesando agora 2,5 kg, o feto está entre 35ª e 37ª semanas da gestação.

Sua forma humana está definida, o coração e vasos sanguíneos estão formados e seus ossos e músculos estão totalmente desenvolvidos.
Ao final da estação entre 38 e 40 semanas, o lanugo desaparece, o cabelo está espesso, sua unhas estão no tamanho normal, e estão presentes os mamilos em ambos os sexos.

Data prevista para o parto

Para determinar a data prevista do parto, os obstetras calculam sete dias a mais ao primeiro dia da ultima menstruação e mais nove meses no calendário, por exemplo: se sua ultima menstruação foi dia 10 de março, a data prevista para o parto será no dia 17 de dezembro. Porém estima-se que apenas 5% dos nascimentos ocorrem na data prevista, 50% dos nascimentos ocorre uma semana antes ou uma semana depois e 80% dos nascimentos ocorre entre duas semanas antes ou duas semanas depois.

Parto

Sabemos que a mulher está entrando em trabalho de parto quando inicia-se as contrações uterinas. As contrações são responsáveis em fazer descer o feto pelo colo do útero e pela vagina, são as contrações que as fazem mudanças no colo do útero para que este possa dilatar.
O parto pode ocorrer duas semanas antes ou depois da data prevista, porém o trabalho de parto ocorre naturalmente.

Partos que ocorrem no período de 37 semana são considerados pré termo, ou seja, parto prematuro. Este tipo de parto acontece por causa de uma série de problemas, pois há casos em que não tem como evitar o parto prematuro.

Os partos ocorridos após a 42ª semanas são chamados de pós termo, é quando o bebê nasce depois de 42 semanas. Neste caso o risco de complicação para a mãe e para o feto é maior.

Entrando em trabalho de parto

Os primeiros sinais de que a mulher está entrando em trabalho de parto é quando sua bolsa se rompe e começa a ter contrações em intervalos regulares.

O líquido amniótico que sai quando a bolsa se rompe é de cor clara e transparente, porém ao se romper a bolsa o líquido pode sair de forma lenta, gradua ou brusca. As contrações no início pode ser irregular com pouca frequência, porém gradativamente vai se tronando regular e intensa.

Existem casos em que a gestante confunde as contrações de trabalho de parto com as contrações de Braxton Hicks, que são contrações indolores e irregulares .

O trabalho de parto geralmente tem inicio em 24 horas após o rompimento da bolsa de água, inicia-se as contrações regulares de 10 em 10 minutos. Para primeira gravidez o trabalho de parto não demora e média 12 a 14 horas e para gravidez posterior é de 6 a 8 horas.

Dilatação

A dilatação é decorrente do trabalho de parto, ela pode ser dividida em 2 etapas:
Primeira fase é a latente, que pode durar cerca de 8,5 horas, para a primeira gravidez. Nesta fase as contrações são mais intensas e ritmadas, o colo do útero se contrai de 4 a 10 cm. Na segunda fase que é a ativa, a duração é de 5 horas em média para a primeira gravidez e nas próximas gravidezes.

O trabalho de parto deve ter inicio dentro de 24 horas, caso não ocorra, o parto será induzido para evitar a infecção do bebê devido as bactérias encontradas na vagina. O parto na maioria das vezes é induzido pela administração de ocitocina.

Expulsão do bebê

Esta etapa do parto é onde o útero faz a expulsão completa do bebê pela vagina, este procedimento pode durar até 1 hora se for primeira gestação e 15 a 30 minutos para outras gravidezes.

A posição do bebê ajudará bastante na hora do parto, nas semanas próximas ao parto o bebê deve virar de cabeça para baixo e ficar de frente para a vagina, pois esta é a posição mais correta e segura, pois partos em que o bebê apresenta primeiros as nádegas ou ombro, são partos mais complicados, pois a passagem ficará mais difícil pelo canal da vagina.

É preciso que a mãe faça força a cada contração para que haja o deslocamento do bebê pela vagina. Há casos em que é preciso fazer um pequeno corte no períneo para evitar que a mãe sofra rompimento dos tecidos internos.

Expulsão da placenta

A expulsão da placenta leva dura poucos minutos e tem inicio com seu desprendimento natural da parede do útero, ocorrendo logo após o nascimento do bebê.

Parto cesariano

cesariana

O parto cesária é de procedimento cirúrgico, é feito uma incisão no abdome e no útero. Este tipo de parto é realizado quando a mãe ou o bebê está em risco. Mas algumas mulheres optam por este tipo de parto.

Antes de iniciar a cirurgia são administrados antibióticos intra venal, a anestesia é local, porém sendo mais comum a anestesia espinhal, esta anestesia deixará a gestante acordada durante o procedimento.

O parto cesariana ocorre quando apresenta, placenta prévia, infeção por VIH e pélvis contraída. Recomenda-se que esta cirurgia seja realizada antes de 39 semanas de gestação.

Tags:, ,

Deixe seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *